Significados Tatuagens de Animais

Tatuagens de cachorro: o estilo que nunca sairá de moda!

Tatuagens de cachorro

Em busca de homenagear e eternizar o vínculo com o bichinho, cada vez mais pessoas têm feito tatuagens de cachorro. Afinal, os cães são mesmo os melhores amigos dos homens.

No entanto, não se engane pois as tatuagens de cachorro são bastante variadas entre si em formas e significados.

Muitos, de fato, buscam por representações mais fidedignas se seus companheiros, contratando artistas com traços mais realistas.

Outros, ainda que queiram representar seus próprios pets, buscam uma retratação mais lúdica do animal.

Além disso, há ainda aqueles que gostam de representar os animais da cultura pop, tatuando animais de desenhos animados, filmes e histórias quadrinhos.

E também existem pessoas que preferem se inspirar nas mais diversas mitologias na hora de tatuar.

No entanto, o que não há dúvida é que esse tipo de tatuagem pode atender diversas demandas por quem busca mais um rabisco no corpo.

Ou seja, tatuagens de cachorro podem ser uma boa pedida pra quem ainda não sabe qual será seu próximo desenho.

Existe uma variedade interessante de simbologias que o animal ganha dependendo da abordagem tratada.

Para isso reunimos alguns significados que o melhor amigo do homem adquire.

Mitologias

Fizemos um pequeno recorte das representações mais interessantes do animalzinho por povos distintos. como:

  • astrologia chinesa;
  • mitologia grega;
  • mitologia armênia;
  • mitologia asteca;
  • mitologia coreana.

Afinal, os cães são figuras bastante fortes em diversas mitologias e culturas.

Astrologia Chinesa

Para astrologia chinesa, tal como no senso comum, o cão tem seu significado muito atrelado ao companheirismo.

Afinal, o signo é uma representação de lealdade, confiabilidade e protetividade com família e amigos.

É uma representação sensível, ligada também a justiça e genuinidade do animal.

Por essa razão muitas pessoas ligadas ao misticismo e, que são regidas pelo signo tatuam o animal.

Mitologia Grega

A cultura grega é o berço da cultura ocidental moderna, por isso não poderíamos deixar de mencionar sua influência.

Em sua rica mitologia, temos a figura do cão Cérberus.

Aqui, diferentemente da aparição na China, o bichinho aparece como uma entidade ínfera.

O nome Cérberus quer dizer demônio do poço e é nada mais, nada menos que a entidade de três cabeças que protege o mundo inferior.

O mito é bastante difundido e possui várias aparições na cultura ocidental.

Sua primeira e mais clássica atuação é nos “12 Trabalhos de Héracles”, reaparecendo posteriormente em “A Divina Comédia” de Dante e até mesmo em “Harry Potter” e “Percy Jackson.

É um tipo de tatuagem bastante chamativa para os interessados na antiguidade clássica, obviamente, mas também para quem gosta de entender sobre teologia e mesmo ao público jovem que conheceu o mito através de best-sellers.

Tatuagens de cachorro

Mitologia Armênia

Em contraposição, na Armênia a figura do cão aparece como um mito de aproximação celestial.

Os Aralez são espíritos de cães alados que vivem no céu, ou no monte Ararat, segundo algumas informações.

As lendas dizem que essas carismáticas entidades podiam aparecer em campos de batalhas e curar as feridas dos soldados machucados e, até mesmo, ressuscitar pessoas através de suas lambidas.

É uma lenda pouco conhecida no Brasil, mas que vale a pena pesquisar mais um pouco sobre essa representação tão singela.

É uma opção de tatuagem que foge dos clichés e favorece principalmente algo mais delicado

Mitologia Asteca

Xolotl é o nome de um monstruoso deus asteca associado com a noite, má sorte, ao fogo e aos cães.

Era considerado a materialização da estrela da noite e também guardião do sol, levando-o em direção ao oceano e o retendo no submundo no período da noite.

Muitas histórias o apresentam enquanto guia dos mortos ao submundo e em outras associado a criação da humanidade.

Sua aparência também tinha algo de sombrio: um enorme cachorro-esqueleto preto e de pés virados.

Ou ainda um homem com cabeça de cão.

Ainda que após uma maldição o deus tenha ganhado a forma da salamandra Axolote, a entidade é mais reconhecida em sua forma canina.

Tatuar o deus asteca tem algo de sombrio e belo, imprimindo muito do encanto da cultura mexicana.

As possibilidades de desenhos dessa figura são coloridas, descoladas e bastante modernas, é o tipo de ilustração que chama muito à atenção de pessoas mais jovens.

Mitologia Coreana

São chamados de Bul-gae os cachorros de fogo da cultura coreana.

Vindos do reino das trevas esses espíritos tem como passatempo perseguir o sol e a lua.

Por isso reza a lenda, que quando os Bul-gae alcançam os astros ocasionam os eclipses.

Essa lenda proporciona a chance de que o tatuador explore o tom poético da brincadeira entre o animal lendário e as estrelas.

Cultura Popular

Os motivos para se fazer uma tatuagem de cãozinho não se restringem apenas ao enaltecimento de mitologias. A cultura popular é repleta de inspirações autênticas e interessantes de cachorros.

Inúmeros personagens caninos célebres vieram da TV, principalmente dos lúdicos desenhos animados que marcaram gerações.

A Disney tem papel de destaque quando o assunto é animação, sendo uma ótima estratégia rever os clássicos do estúdio pra quem ainda não sabe quer eternizar um cãozinho na pele.

É impossível pensar em cachorros e não se lembrar da romântica e icônica cena de “A Dama e o Vagabundo”.

Ou seja, uma ótima pedida para os românticos incuráveis.

Outra inspiração que o estúdio traz são os adoráveis “101 Dálmatas”.

Mas as representações caninas nas histórias em quadrinhos também não ficam muito atrás.

Não há quem não se derreta com o cãozinho Snoopy e suas aventuras ao lado de Charlie Brown, sendo uma excelente escolha.

Dos clássicos para os mais modernos

Há também as representações mais modernas dos nossos fiéis amigos.

Um representante bastante digno dos jovens adultos é o caricato “Coragem, o Cão Covarde” que fez imenso sucesso nos anos 90 e anos 2000.

O personagem serve como um símbolo de uma geração e, não raramente, acaba virando tatuagem por aí.

Outro cachorro dos desenhos bastante tatuado é o Jake de “Hora de Aventura”, desenho que conquistou muitos jovens adultos.

A tatuagem do personagem geralmente é tão colorida quanto ao seu desenho de origem, ótima para pessoas criativas e de mente aberta.

E a literatura, como todas as demais formas de arte não poderia passar batida como fonte de inspiração.

Dificilmente se encontrará um amante de literatura brasileira que não tenha se emocionado com a personagem Baleia de “Vidas Secas”.

E, não à toa, a personagem pode ser achada no braço de um ou outro por aí.

É uma tatuagem de significado profundo e necessário, é uma forma de marcar na pele uma parte da identidade do país

Vale mesmo a pena?

Como visto, as tatuagens de cachorro são atemporais por muitos motivos.

Há uma infinidade de cores, texturas, simbologias, estilos e significados a serem explorados quando o assunto é tatuagem de cachorro.

Podemos abordar desde questões filosóficas e teológicas às singelas representações de nossas infâncias.

É possível falar sobre magia e o que há de mais concreto na nossa realidade. Fica ao gosto do freguês!

No final do dia, o que importa é achar uma ilustração que seja a nossa cara, com um significado que nos faça sentido.

Afinal, quando o assunto são tatuagens de cachorro, muito dificilmente se irá perder a ternura e afeto ao olhar para algo eterno.

Tatuagens de cachorro

Tatuagens de cachorro Tatuagens de cachorro Tatuagens de cachorro

Faça um Comentário

/* ]]> */