Estilos de Tatuagem

Tatuagens blackwork: saiba mais sobre o estilo

Tatuagens blackwork

Devido à sua prevalência, popularidade e estética aparentemente arbitrária, as tattoos tribais são frequentemente vistas como uma tendência de arte corporal fugaz. No entanto, sem o conhecimento de muitos, esses projetos, às vezes chamados de tatuagens blackwork realmente possuem um rico histórico.

Elas são caracterizadas por negrito, sombreamento preto e motivos distintos que variam de ondas redondas a abstrações angulares. Os designs têm raízes na história polinésia e, tradicionalmente, são profundamente simbólicas.

A história das tatuagens blackwork

Como a maioria das tradições de tatuagem, a arte corporal blackwork remonta a séculos. Desde então, evoluiu para uma forma de arte contemporânea.

Origem polinésia

A existência de tatuagens blackwork remonta ao início da tradição da arte corporal de milhares de anos. Originalmente, os projetos totalmente negros eram empregados por antigas tribos polinésias como uma maneira de comunicar suas identidades (incluindo posição social e linhagem), bem como suas crenças religiosas e ideias de guerra.

Assim como as “tattoos tribais” modernas, essas peças sagradas eram compostas de símbolos e imagens minimalistas. Além disso, possuíam faixas e motivos geométricos (ou seja, triângulos, quadrados, círculos, etc.).

Adaptações ocidentais

Desde o século XVIII, essas tatuagens de inspiração polinésia provaram ser populares na cultura ocidental. Em 1769, o explorador britânico James Cook viajou para o Taiti, onde ficou fascinado pelos desenhos das tribos. Posteriormente ele introduziu a classe trabalhadora da Europa no fenômeno.

As marcas blackwork tornaram-se moda entre os europeus, particularmente no caso de homens, como marinheiros e mineiros de carvão. Este estilo prevaleceu ao longo dos séculos 19 e 20, uma vez que continuou a ser favorecido por trabalhadores e indivíduos de classe baixa.

Tatuagens blackwork contemporâneas

Hoje, pessoas de todas as esferas da vida optam por tatuagens blackwork. Tanto por isso, diversos estúdios espalhados pelo mundo estão buscando por se especializar no estilo.

Ainda se encontram tatuadores seguem a tradição e usam tinta feita de osso ou madeira carbonizada e um método de “esculpir a mão”. Obviamente que são raros os que fazem isso. A maioria esmagadora adaptou a tradição com um processo e abordagem mais modernos.

Estilos de tatuagens blackwork

Embora as tatuagens tribais constituam uma grande parte do estilo blackwork, recentemente outras estéticas foram adicionadas à lista também. Entre elas estão:

  • Arte escura;
  • Arte ilustrativa e gráfica;
  • Gravura;
  • Roteiros caligráficos.

Tudo isso tem sido considerado uma forma exótica e atrativa quando apenas tinta preta é usada.

Talvez mais estreitamente relacionado às suas origens autênticas, o trabalho as tatuagens blackwork também podem incluir:

  • Figuras geométricas, que geralmente é na forma de geometria sagrada esotérica;
  • Desenhos ornamentais, que geralmente se originam de desenhos inspirados em henna ou similares.

Estas podem parecer delineações estilísticas, mas, com certeza, o termo “blackwork” tem sido usado para descrever outras formas de arte além da tatuagem tribal.

Origens e artistas de tatuagens blackwork

Embora as tatuagens blackwork tenham vindo a significar algo muito diferente, as origens do estilo estavam dentro da antiga tatuagem tribal. Peças polinésias, conhecidas por seus padrões frequentemente abstratos, feitos de formas e redemoinhos em grandes faixas de tinta preta, são uma enorme influência no estilo em particular.

Curvando-se em torno dos contornos orgânicos do corpo, esses projetos eram geralmente baseados na personalidade da pessoa. O tatuador usava simbologia e iconografia tribal para ilustrar sua história de vida ou lendas.

Frequentemente, os desenhos polinésios incorporavam a linhagem, crenças ou afiliações de uma pessoa. Eles eram protetores e absolutamente sagrados por natureza.

Estes artistas eram considerados quase como xamãs ou sacerdotes que possuíam o conhecimento divino do ritual da tatuagem. Foram esses aspectos antigos da cultura que influenciaram em grande parte o estilo de hoje. Sendo que muitos tatuadores que trabalham dentro do estilo tribal ainda remontam a essa antiga estética.

Outra inspiração é realmente um bom bordado em tecido. Fios de seda preta, firmemente torcidos foram usados ​​em um ponto contado, ou à mão livre, em tecidos de linho branco ou de cor clara.

Os desenhos variavam de florais, como ilustrações labirínticas de hera e flores, até composições mais complexas, como nós gráficos estilizados. Essa técnica surgiu na Índia, por volta do ano 550.

Esses projetos são intensamente intricados em sua composição estética, muitas vezes incluindo mais de 5.000 pontos de mão. Mas diferem em seu uso de brilhantemente linhas coloridas.

Não importa a quem essas artes folclóricas pareçam estar dissociadas das tatuagens blackwork contemporâneas, isso ajuda a reconhecer as diferentes facetas das técnicas artísticas históricas e dos meios que informam os estilos modernos.

Desenhos populares nas tattoos blackwork

Existe uma gama enorme de possibilidades que podem ser aplicadas neste estilo, mas algumas são mais populares que as outras. Entre elas estão:

  • Elementos esotéricos;
  • Elementos da alquimia;
  • Iconografia hermética arcana;
  • Cartas de tarô;
  • Ceifadores;
  • Espadas;
  • Símbolos diversos;
  • Demônios;
  • Trechos de textos hindus;
  • Formas geométricas sagradas;
  • Mandalas;
  • Linhas e pontos aleatórios, mas com formas mais grossas;
  • Elementos de animes;
  • Elementos de mangá;
  • Letras, desenhos baseados em fontes e elementos caligráficos;
  • Abordagem gráfica que usa formas simplificadas e blocos em preto;
  • Abordagem gráfica mais pesada;
  • Elementos simbólicos do budismo e do hinduísmo.

Com uma vasta gama de abordagens estéticas e pessoais incluídas nos estilos gerais do estilo blackwork, as opções acabam se tornando realmente quase ilimitadas.

Devido à facilidade de clareza no design, a forma como a tinta preta aparece em qualquer tom de pele e o fato de que ela fica incrivelmente bem de todas as formas que for utilizada, torna esse modo específico de tatuagem adaptável a qualquer projeto ou conceito.

Desde que suas técnicas vem sendo difundidas, as tatuagens blackwork estão provando, não só a sua beleza, mas também sua originalidade. Se você tem curiosidade para conhecer mais sobre o estilo, ou se deseja se inspirar para escolher o seu desenho, dê uma olhada na nossa galeria. A sua próxima tattoo pode estar te esperando aqui.

Galeria

View this post on Instagram

Segunda etapa do braço do @kukassouzaa !! Valeu mano

A post shared by Igor Brandão (@igor.ferrera_) on

Faça um Comentário

/* ]]> */