Tatuagens Femininas Tatuagens Masculinas

Significado e ideias de tatuagem rosa dos ventos

A tatuagem rosa dos ventos pode ser uma opção de desenho diferenciada e muito elegante. Com um longo histórico por trás do símbolo que a representa, esta tatuagem pode ter inúmeros significados e estilos. Porém, é necessário que se respeite algumas regras para que seu desenho realmente represente uma rosa dos ventos.

Acompanhe o texto para descobrir mais sobre a rosa dos ventos, saber o que ela significa e ter algumas ideias de como fazer a sua sem cometer vacilos.

O que é a Rosa dos Ventos?

Com centenas de anos de história, a rosa dos ventos é principalmente difundida no meio náutico. Por todo esse tempo foi a responsável pela jornada segura de incontáveis viajantes.  A tatuagem rosa dos ventos, portanto, foi inicialmente mais comum entre marinheiros, piratas e exploradores.

O símbolo costuma aparecer em diversos atlas, mapas digitais, bússolas, mapas antigos, gps e até mesmo como ornamento em esculturas, prédios ou pavimento. É representada por uma estrela central e, cada um de seus braços aponta para um dos pontos cardeais.

Número de braços

Tanto em navegação quanto na  tatuagem rosa dos ventos, o número de braços pode variar. Comumente ela é representada pelo desenho de uma estrela de 8 pontas, cada uma indicando, em sentido horário, os pontos cardeais  norte, nordeste, leste, sudeste, sul, sudoeste, oeste e noroeste. Porém, de acordo com a necessidade, as rosas dos ventos podem ser tanto mais simples quanto mais complexas.

Isto porque elas podem também representar apenas os pontos cardeais principais (norte, sul, leste, oeste) em uma estrela de 4 braços. Ou então podem chegar a ter até 32 braços, com diversas subdivisões cardeaism que ajudariam os navegadores a tomar direções muito mais precisas.

Ao longo dos anos, diversas culturas usaram seu próprio tipo de rosa dos ventos. Curiosamente, mesmo sem contato, a maior parte delas frequentemente também se orientava por quatro pontos principais. Para desenvolvê-las, costumavam usar localizações básicas (direção do mar, direção das montanhas), o nascer e pôr do sol, a localização de estrelas e constelações ou as correntes de vento.

O símbolo como conhecemos hoje foi criado pelos gregos antigos e, originalmente, os pontos cardeais eram nomeados de acordo com os astros. Eram chamados então de arctos, anatole, mesembria e dusis. Os gregos, porém, também tinham nomes específicos para a direção dos ventos, que eram usados nos estudos meteorológicos. Como a rosa dos ventos era utilizada principalmente para a navegação, logo a nomeação celestial foi substituída pela denominação meteorológica da direção os ventos. Estas eram Boreas, Notos, Eurus, Zephyrus. Ainda hoje, em algumas vertentes, o norte pode ser chamado de “boreal”.

Pontos cardeais como como conhecemos hoje

Outros povos fizeram suas próprias adaptações dos nomes dos pontos cardeais, mas sem descartar a função principal do restante do instrumento criado pelos gregos.

As designações cardeais como conhecemos hoje foram introduzidas pelo imperador romano Carlos Magno entre o século VIII e IX. Chamavam então Nord (que provavelmente significava “molhado”, em referência a uma região de muita chuva), Ost (área brilhante ou nascer do sol), Sund (lugar ensolarado) and Vuest (tarde ou noite). A soma de dois nomes davam origem às posições intermediárias, exatamente como as atuais.

Atualmente quase todos os idiomas derivados de línguas européias usam adaptações idiomáticas baseadas nos pontos cardeais de Carlos Magno.

Usualmente o desenho de todos os braços direcionais são estilizados em uma estrela central em homenagem à Estrela do Norte (ou Estrela Polar) que, por muitos anos, foi referência dos viajantes.

A rosa dos ventos sideral

A navegação de acordo com as estrelas foi usada por muitos povos, mas principalmente pelos árabes.

A  tatuagem rosa dos ventos pode ser adaptada, portanto, para demonstrar as direções de acordo com as estrelas, conforme as designações a seguir:

Norte Estrela Polar
Nordeste Capella
Leste Altair
Sudeste Antares
Sul Cruzeiro do Sul

No diagrama árabe apenas o lado esquerdo da linha norte-sul é preenchido. O lado oeste é representado ao espelhar as mesmas estrelas. Ou seja, Altair representa ao mesmo tempo leste e oeste; Antares sudeste e sudoeste, e assim sucessivamente.

Mas qual seria o significado da tatuagem rosa dos ventos?

Por ter origem náutica, a tatuagem rosa dos ventos geralmente tem um significado atrelado a localização, seja ela física ou simbólica.

Pessoas que têm uma forte ligação com o mar e barcos, ou então que costumam passar muito tempo a bordo, podem escolher uma tatuagem rosa dos ventos simbolicamente.

Ela também pode ter um significado forte para quem se sente perdido de alguma forma, ou já se sentiu no passado. Afinal, a rosa dos ventos costuma apontar caminhos.

Para quem sente falta de casa, a tatuagem rosa dos ventos também pode servir como uma espécie de guia e significar a possibilidade de sempre voltar.

Por apontar direções, ela também pode ter o sentido atrelado ao foco e à perseverança. Pode apontar figurativamente para algum objetivo futuro ou servir como lembrete para não viver de acordo com o passado, mas sem precisar esquecê-lo.

Ideias para tatuagem rosa dos ventos

O desenho original tem algumas variações, mas uma tatuagem rosa dos ventos exige alguma atenção na hora da versatilidade.

Embora você possa variar em cores, estilos de traços ou nos nomes e símbolos que usará para representar os pontos cardeais, a localização deles não pode ser modificada.

Confira o desenho que escolher com atenção. Observe bem o decalque e cheque se norte e sul, leste e oeste (e assim sucessivamente, se decidir tatuar mais pontos intermediários) estão imediatamente opostos e nas posições corretas. Afinal, não seria legal tatuar errado justamente um símbolo que deveria representar corretamente as direções.  

Brinque com cores ou até mesmo com o símbolo central. Os braços centrais não precisam sempre representar a Estrela Polar. Você pode optar por espadas cruzadas, ossos, raios de sol, polvos ou basicamente qualquer coisa que possa apontar para quatro ou mais direções opostas.

Considerações finais

Embora você possa considerar algumas alterações ao escolher uma tatuagem rosa dos ventos, tome bastante cuidado para que ela realmente represente o que você escolheu.  Apesar de ter algumas limitações, ela ainda permite usar da criatividade e incorporar elementos que emprestam algum outro significado pessoal ao desenho.

Como você faria uma tatuagem rosa dos ventos? Compartilhe conosco nos comentários!

Veja também:

Faça um Comentário