Cuidados

Tatuagem e vitiligo: veja os cuidados e recomendações

Tatuagem e vitiligo

A tatuagem e vitiligo é uma combinação que gera muitas dúvidas. Como o vitiligo é uma doença que se manifesta principalmente na pele, será que as pessoas portadoras dela podem fazer tatuagens?

Leia aqui e aprenda mais sobre o assunto e quais os cuidados que uma pessoa deve ter para conciliar a tatuagem e vitiligo.

O que é o vitiligo?

Como se sabe, o vitiligo é uma doença que causa manchas por todo o corpo. Não é das doenças mais comuns, acometendo menos de 5% da população. E ela pode afetar qualquer pessoa, independente da cor de sua pele.

Normalmente ela é causada por questões genéticas e é uma doença relacionada com o sistema imunológico. Ela também aumenta de acordo com o emocional da pessoa.

Assim, normalmente a doença se manifesta em partes do corpo isoladas. Vale ressaltar que essa também não é uma doença transmissível.é muito

Entretanto,  difícil ter uma previsibilidade a respeito de para onde vai o vitiligo. Isso dificulta mais ainda saber se você pode ou não fazer uma tatuagem para cobrir o vitiligo, por exemplo.

A tatuagem já chegou a ser testada por cientistas para que ela disfarçasse as manifestações do vitiligo. Porém, não há resultados muito consistentes. Por isso, não há um consenso na medicina a este respeito.

Porém, é fato que a tatuagem não irá disfarçar completamente as marcas em sua pele. Se você resolver fazer uma tatuagem em suas marcas, pense mais em como compor com elas. E lembre que ela irá inclusive desbotar com o tempo.

Assim, pense sempre em como a tatuagem pode ser mais um detalhe em seu corpo, mas não a solução. Aceite bem seu corpo antes para poder fazer uma tatuagem. Pois você não irá se arrepender mais dela e poderá aproveita-la muito bem.

Tatuagem e vitiligo

Quais são as contra indicações da tatuagem e vitiligo?

A tatuagem é uma cicatriz no corpo que é colorida. Assim, para fazê-la é necessário que você machuque a sua pele e corre o risco de um processo inflamatório.

Esse processo inflamatório pode aumentar ainda mias o seu vitiligo e ele se expande para outras partes do seu corpo. Assim, a depender do caso e da tatuagem, saiba que você pode correr o risco de aumentar o seu vitiligo.

Para os médicos não é aconselhável que se faça tatuagem para cobrir o vitiligo. Afinal, isso pode afetar mais o seus sistema imunológico e você terá outros efeitos que você não sabe. Essa área despigmentada pode aumentar ou você até mesmo ter outras reações.

Assim, se tiver a intenção de fazer uma tatuagem de acordo com a cor de sua pele para tentar disfarçar, abandone a ideia. Com as mudanças que ocorrerá com sua tatuagem pelo tempo, as cores sofrendo alteração e poderá ficar com uma aparência que você não gosta.

Além disso, você pode ter um resultado diferente do que você espera.

Tenho vitiligo e quero muito me tatuar. O que devo fazer?

A primeira dica é que você vá a um dermatologista de sua confiança.

A tatuagem é algo mais agressivo. Afinal, ela fura a sua pele. Assim, um dermatologista te dirá como está a sua pele e se o momento que você quer fazer é o adequado. Talvez te indique para você esperar um pouco mais e a doença se estabilizar.

Mas se a sua dúvida ainda é se vicie pode fazer, saiba que sim!

Entretanto, os cuidados devem ser tomados. Nunca deixe de ir ao seu médico. Somente ele poderá te dar as devidas orientações.

E também sempre informe ao seu tatuador. Evite também realizar sua tatuagem em um lugar desconhecido. Afinal, você pode contrair até mesmo hepatite a depender da salubridade do local.

Nunca opte pela opção mais barata em que você desconfia da salubridade. Lembre-se que se você tiver vitiligo e tiver uma infecção, isso poderá ser terrível para a evolução da doença.

Cuidados após a tatuagem

Após você se tatuar, os cuidados devem ser os mesmos que qualquer outra pessoa. Bem como depois de ter cicatrizado.

Não deixe de ler aqui:

Entretanto, não deixe de ir direto no seu dermatologista. Pois seu corpo pode ter alguma reação. E se você fizer o acompanhamento adequado poderá garantir a qualidade da tatuagem e de sua saúde. Assim, siga todas as restrições e faça a devida assepsia.

Tatuagem e vitiligo

Dicas para tatuadores

Se uma pessoa portadora de vitiligo entrar em seu estúdio, não se assuste. Como já foi dito, essa não é uma doença transmissível.

Assim, acabe de uma vez por toda com o preconceito. Os portadores da doença muitas vezes são vistos com maus olhos. Se presenciar qualquer tipo de preconceito em relação e elas, aja imediatamente para que essa situação pare.

O ideal é que você tenha em seu estúdio uma ficha para a pessoa responder sobre as doenças que ela tem. Nela você também pode incluir dados como o peso, altura, se já fez cirurgia… Isso irá te ajudar a saber também se a pessoa tem vitiligo em alguma área que você não está vendo.

Afinal, independente de onde você faça a tatuagem, mesmo que naquele espaço de pele não tenha a manifestação do vitiligo, poderá trazer muitos danos a pessoa caso inflame.

No caso da pessoa ter vitiligo, pergunte se ela entrou em contato com um médico. Se ela tiver com a imunidade baixa naquele momento, ela poderá ter complicações após a tatuagem e talvez seja melhor você pedir para que ela aguarde alguns dias.

Portanto, por mais que a pessoa possas se achar ofendida, isso te trará a garantia de que ela cuida de sua saúde. Assim, sempre que for fazer essas orientações, pergunte de maneira educada.

Caso tenha mais dúvidas sobre os seus clientes e se eles podem se tatuar, não deixe de ler também:

Considerações finais

Assim, se você quiser fazer uma tatuagem, faça! Basta que você tome os cuidados necessários.

Escolha o seu desenho e não deixe de aproveitar essa arte corporal. E lembre-se sempre tenha orgulho de seu corpo e tatuagem e vitiligo podem ser combinadas sempre.

Faça um Comentário

/* ]]> */