Tatuagens Femininas Tatuagens Masculinas

Fotos e ideias de tatuagem de caveira mexicana

Sem dúvidas você já deve ter visto uma tatuagem de caveira mexicana. Elas têm sido uma grande febre de uns anos para cá e se tornaram a opção de desenho de muitas pessoas.

Alguns escolhem uma face genérica com as pinturas características, enquanto outros optam por tornar o rosto de alguém especial ou de uma celebridade em uma tatuagem de caveira mexicana.

Neste texto você poderá saber um pouco mais sobre a origem, o significado e ter algumas ideias para a sua própria tattoo!

La Catrina: a história da tatuagem de caveira mexicana

A caveira mexicana é conhecida por diversos nomes, entre eles La Catrina, La Calavera Catrina e a caveira elegante. Sua primeira aparição foi em uma litografia do início do século XX e pretendia ser uma sátira política. O ilustrador mexicano José Guadalupe Posada queria, através da caveira, ridicularizar um político mexicano que tentava transformar a alta sociedade mexicana em uma espécie de nobreza européias.

Porém, com o passar dos anos La Catrina acabou tomando proporções maiores. É a figura central de uma das obras do pintor Diego Rivera (sim, o marido da Frida Kahlo) chamada Sueño de una tarde dominical en Alameda Central.

O mural foi pintado entre 1947 e ainda existe no museu de Diego Rivera no México. Ele apresenta diversas personalidades proeminentes da história mexicana, incluindo o próprio Rivera, Frida Kahlo e José Guadalupe Posada. Todos atrás de uma enorme figura de La Catrina. A intenção mais provável seria representar o relacionamento próximo que os mexicanos têm com a morte, sem realmente temê-la e considerando que ela seja uma parte importante da vida e da história do país.

Ao longo dos anos a figura se tornou um dos principais símbolos de uma das celebrações mexicanas mais icônicas: o Día de Muertos. A data foi, inclusive, considerada um patrimônio da humanidade pela Unesco.

Originalmente La Catrina usava um chapéu que remetia ao das damas européias de alta-sociedade, mas ao longo dos anos ele quase desapareceu e as representações passaram a ser variadas.

Diego Rivera foi o responsável por dar um corpo e roupas pomposas para a caveira, assim como o nome La Calavera Catrina. Mais tarde as pinturas no rosto também foram adicionadas.Hoje, tanto as representações em barro, argila e pinturas quanto as tatuagem de caveira mexicana podem ter uma enorme variedade de estilos e pinturas no rosto.

A imagem mexicana da morte

Talvez você até já imaginasse que entre seus muitos significados, a tatuagem de caveira mexicana pretende representar a morte. Mas por que, então, aquelas pinturas claramente festivas sempre adornam o esqueleto?

A cultura mexicana costuma celebrar a morte e não apenas sofrê-la ou temê-la, como a maior parte das demais. A morte não tem uma conotação tão negativa para os mexicanos quanto para outra culturas e costuma ser festejada.

Um dos tantos significado absorvidos por La Catrina provavelmente tem raízes na deusa asteca Mictecacihuatl, rainha do submundo e dos mortos ao lado de seu consorte, o deus Mictlantecuhtli. Nos antigos rituais astecas, a adoração a Mictlantecuhtli, o deus, era uma versão primitiva do dia dos mortos atual e incluía canibalismo dentro e perto do templo dedicado a ele.

O papel de Mictecacihuatl, a deusa, é cuidar dos ossos dos mortos e ela acabou se tornando a principal deidade do Festival dos Mortos para os povos indígenas atuais.

Além da sátira política de José Guadalupe Posada e da ligação com a crença asteca, a  tatuagem de caveira mexicana também pode significar que a morte faz de todos nós iguais. Afinal, apesar de todo o figurino pomposo da primeira Catrina, nada a difere de mulheres ou homens de outras classes sociais.

Inclusive até o nome “Catrina” é uma variação de “Catrín”, que é uma palavra espanhola usada para descrever os rapazes que se vestiam e comportavam como nobres, mesmo que não fossem.

Día de Muertos

Quando os espanhóis chegaram ao México, além da grande diminuição da população asteca e maia, parte da cultura européia cristã se fundiu aos costumes locais, criando uma nova identidade.

Enquanto os Festivais da Morte antigos duravam um mês inteiro, as comemorações passaram a durar apenas três dias: 31 de outubro, 1 e 2 de novembro. Estes três dias têm grande significado na doutrina cristã, sendo que o último é, inclusive, considerado dia de finados.

Porém, os costumes cristãos não conseguiram tirar do povo mexicano a forma única como eles sempre se relacionaram com a morte. Apesar da adaptação ao calendário, diminuição dos festivais e modernização de rituais, o luto não é encarado com seriedade e amargura. A morte é celebrada e festejada com humor, exatamente como nos tempos antigos. Os três dias de comemoração servem para reunir a família e relembrar aqueles que já se foram. Não com tristeza, mas com alegria, saudade e certa dose de humor.

No Día de Muertos altares são construídos e enfeitados com La catrina, flores, bandeiras de papel machê, entre outras coisas. Geralmente as cores usadas são fortes e vibrantes. Esse tipo de festividade também pode ser levada para os cemitérios, para onde os familiares levam as comidas favoritas de entes queridos falecidos, presentes e alguns dos pertences que tenham significado especial.

Representações da caveira mexicana aparecem até em filmes infantis, como A Vida é uma festa (2017) e Festa no Céu (2004).

Conclusões finais

A  tatuagem de caveira mexicana não é apenas muito bonita, como também uma espécie de memento mori. Ela nos lembra de honrar a morte como uma parte essencial da nossa existência. Para outros, ainda, pode servir como a inspiração para se fazer o que quiser na vida, uma vez que, em essência, somos todos iguais independente de como nos vêem por fora.

Não é difícil entender o motivo de tantas pessoas terem escolhido La Catrina como opção de tatuagem. Afinal, com tantos significados interessantes, desenhos lindos e representações até mesmo em filmes populares e obras de artistas renomados, é difícil não se atrair por ela.

Agora que você já sabe tudo sobre La Catrina e já conheceu suas diversas facetas e possibilidades, já escolheu a sua tatuagem de caveira mexicana? Conte para nós nos comentários!

Veja também:

Leave a Comment