Curiosidades

Filho quer fazer tatuagem: o que fazer?

Antigamente, as tatuagens eram vistas com maus olhos pela sociedade, sendo julgadas muitas vezes como símbolos de marginalidade. Essa história mudou, atualmente as tatuagens estão em todas as classes sociais. Os pais muitas vezes não sabem lidar com a situação quando um filho quer fazer tatuagem. Vamos abordar esse tema de uma maneira clara para que você possa tirar todas as conclusões à respeito desse assunto.

Algumas famílias ainda não sabem lidar muito bem com as diversas mudanças que as novas gerações apresentam. É cada vez mais frequente o número de jovens e adolescentes que possuem um estilo próprio de se vestir e viver na sociedade.

Muitos pais não estão preparados para essa modernidade e acabam entrando em conflito com seus filhos. A melhor maneira de se evitar esses tipos de desentendimentos está no diálogo. Saber conversar e expor o ponto de vista de cada um é a melhor forma de viver em harmonia.

Infelizmente muitas famílias não pensam dessa maneira e acabam se desentendendo quando o filho quer fazer tatuagem por exemplo. Essas questões de comportamento aparecem em quase todas as famílias. Saber dar a resposta corretamente é crucial para que os pais mantenham um diálogo sadio com seus filhos.

Entenda por que o seu filho quer fazer tatuagem

Antes de começar a julgar, você deve entender quais são os reais motivos pelos quais o seu filho quer fazer tatuagem. Mesmo que seja difícil para você no começo, tente entender os desejos do seu filho.

A fase da adolescência e da pré-adolescência é a que mais passa pelo processo de auto aceitação e afirmação. Nestas fases que ocorrem a busca pela adaptação no grupo que mais se identificam, então, podem ocorrer as vontades de ter uma tatuagem, mudar a cor do cabelo, colocar piercings e alargadores.

Essas vontades podem ser apenas passageiras ou não. Caso elas não sejam passageiras, os pais devem saber lidar com elas.

Não estamos dizendo para você aceitar forçadamente a ideia do seu filho ter uma tatuagem, se isso não for da sua vontade. Estamos pedindo para que você converse com o seu filho e entenda os reais motivos e desejos dele nessa fase.

Se os pais não concordam que o filho quer fazer tatuagem por causa dos valores familiares, explique isso a eles. Diga que eles pertencem a um núcleo familiar e não apenas a um grupo de amigos e que por pertencer a esse núcleo familiar é importantíssimo obedecer regras e valores que o compõe.

Às vezes, uma boa conversa pode ser o suficiente para que os filhos repensem sobre ter ou não uma tatuagem. A mudança no comportamento acontece por causa da segurança que o adolescente começa ter nele mesmo, a família é a grande responsável por essa mudança.

Que fique claro, que quando falamos de família, não estamos nos referindo apenas as héteros, até porque este tipo de debate acontece em todos os tipos de famílias, com muitos ou poucos componentes. Essas questões fazem parte dos indivíduos pré-adolescentes e adolescentes.

Meu filho quer fazer tatuagem! E agora, o que responder?

Nem todos os pais, responsáveis e famílias estão preparados para aceitar que o filho quer fazer tatuagem. Existem muitas barreiras que ainda precisam ser vencidas, a principal delas é a conversa.

Por ser um assunto um tanto delicado, principalmente por envolver questões sociais, os pais ou responsáveis acabam ficando na dúvida em relação a resposta que deve ser dada.

Conhecer o filho, seus gostos, vontades e desejos é o primeiro passo para chegar a uma conclusão da melhor resposta a ser dada.

Quando devo responder positivamente ao meu filho?

Se você tem dúvidas de quais são as vontades do seu filho, é aconselhável que você o conheça melhor. Converse com ele, escute-o, tente saber o porque do desejo de fazer uma tatuagem.

Se você sentir que não é apenas uma vontade passageira que ele tem, então a melhor resposta a dar para esses casos é sim!

Logicamente também se você não tiver nada contra esse tipo de arte. Agora se você não concordar, o ideal é expor a sua opinião para que ele entenda.

Quando devo responder negativamente ao meu filho?

Dar uma resposta negativa a um filho que está com vontade de fazer uma tatuagem definitiva não é tão simples assim, pois eles exigem explicações convincentes.

Dizer simplesmente ao seu filho que ele não vai fazer a tatuagem porque você não quer é provocar brigas e desentendimentos desnecessários.

Quando um filho quer fazer tatuagem e você não concorda com isso, o melhor caminho é a conversa. Tente expor todos os seus pontos de vista e o porque você não concorda com essa vontade dele.

A resposta negativa em definitivo deve ser dada ao adolescente, assim que os pais tiverem a certeza que fazer uma tatuagem nessa época da vida poderá trazer arrependimentos no futuro.

Mostre a ele que existem tatuagens temporárias e que estas não prejudicarão sua vida profissional por exemplo.

Infelizmente, ainda existem profissões que não aceitam tatuagens! Diga isso a ele, exponha, mostre reportagens feitas sobre o assunto.

O que são as tatuagens de Henna?

Essas tatuagens são excelentes para os pais que não querem deixar seus filhos fazerem uma tatuagem definitiva.

As tatuagens de Henna são temporárias, ou seja, elas saem com o tempo!

É isso mesmo, esse tipo de tatuagem é feita com o estrato da Henna, uma pequena árvore, cuja folhas secas quando são trituradas e esmagadas obtêm-se um pó que serve para o tingimento.

Para fazer a tatuagem é necessário misturar água nesse pó de Henna, até obter uma pasta homogênea. Essa pasta é aplicada na pele, em todo o desenho da tatuagem que deseja fazer. Com alguns minutos sobre a pele, vai criando-se uma casca. Quando essa casca cai, o desenho aparece na pele.

As tatuagens de Henna tem a duração de 10 a 20 dias, não é muito tempo, mas dá para matar a vontade do jovem que quer fazer uma tatuagem.

Se você perceber que o jovem gosta de tatuagens e que essa ideia tende a não sair da cabeça dele, então é a hora de acabar com os seus preconceitos.

Veja também:

Faça um Comentário