Curiosidades

Fazer tatuagem é considerado pecado? O que dizem as religiões?

Fazer tatuagem é considerado pecado?

Algumas tradições religiosas acabam vendo a arte da tatuagem com maus olhos, considerando-a até um ato pecaminoso feito contra o próprio corpo. Será que realmente o que essas tradições dizem é verdade? Será que fazer tatuagem é considerado pecado? Vamos saber sobre essas e outras questões interessantes para você que quer fazer uma tatuagem.

Muitas questões aparecem na cabeça de uma pessoa quando ela resolve fazer uma tatuagem, algumas religiões condenam esse ato, mas será que realmente marcar o próprio corpo com uma tatuagem pode ser visto como um pecado?

Não existe uma única resposta para esses tipos de questionamentos, até porque a história das tatuagens é milenar. Diversos povos tinham o costume de marcar suas peles com desenhos, inclusive essas tradições resistem até hoje. Cada religião possui uma opinião própria.

Antes de ter uma única opinião como verdade absoluta, você não pode se esquecer que o planeta é constituído de centenas de povos diferentes, cada um com as suas crenças e costumes.

Dizer que fazer tatuagem é considerado pecado é levar em conta apenas uma única verdade e em um planeta onde diversos povos existem é cometer uma heresia.

Se você gosta ou não desse tipo de arte, o importante é que você mantenha sempre o respeito. Cada um tem a liberdade de fazer o que quiser com o seu próprio corpo, desde que não prejudique ninguém. Lembre-se, o respeito é fator essencial para que uma sociedade viva em harmonia.

Qual é a história da tatuagem e como ela surgiu?

A arte da tatuagem existe há aproximadamente 4000 anos, símbolo de poder entre traficantes, tribos indígenas, nas guerras para afugentar inimigos ou até mesmo para enfeitar, cobrir imperfeiçoes ou cicatrizes, a tatuagem é uma prática que resiste ao tempo e a cada ano ganha mais adeptos.

Apesar de ser uma arte tão antiga, os métodos para se fazer uma ainda continuam os mesmos. Agulhas ou outros materiais que perfuram a pele e soltam tintas.

Em diversos momentos da história essa arte foi perseguida e caçada por alguns povos. Por exemplo, no século 8, por uma ordem papal, a tatuagem foi considerada uma prática que deveria ser banida. Já no século 20 em Nova York a mesma coisa aconteceu.

Os primeiros registros concretos de uma tatuagem feita foi descoberto em 1991, quando se achou um cadáver de um homem que tinha marcas na região dos tornozelos, costas, joelhos e punhos. Junto com as possíveis marcas de tatuagens, descobriu-se pequenas degenerações ósseas, alguns cientistas acreditaram que as tatuagens eram feitas como uma espécie de tratamento para diminuir possíveis dores.

Fazer tatuagem é considerado pecado?

E a história não para por aí, as tatuagens estão presentes em diversas civilizações. Acreditar que fazer tatuagem é considerado pecado é ir contra diversas informações que existem sobre a história da tatuagem.

Os antigos romanos acreditavam na pureza dos seus corpos e por isso, não faziam tatuagens, dessa forma as tatuagens eram utilizadas apenas em indivíduos criminosos e condenados. Essa história mudou ao longo do tempo, pois os grandes guerreiros utilizavam insígnias de honra tatuadas nas suas peles e assim foi com os soldados romanos que também passaram a tatuar suas marcas.

No Havaí, os povos tatuavam 3 pontos na língua quando estavam de luto. Na Nova Zelândia, a tradição Maori tatua até hoje o corpo todo, principalmente o rosto como uma forma de expressão e principalmente homenagem aos seus entes familiares.

No Japão desde o século 5 AC, as tatuagens são utilizadas e amplamente difundidas em todo o país. Graças a proibição que sofreu em 1870, as tatuagens eram feitas de forma ilegal com traços e desenhos únicos que são reconhecidos até hoje.

A máfia japonesa que já foi retratada em centenas de filmes utiliza a tatuagem como sua principal referência. Com a utilização da técnica “tebori” os membros da Yakuza tatuam seus corpos inteiros, do pescoço até os tornozelos, cada desenho possui um significado. Carpas, dragões, tigresa, flores e lutadores são os mais encontrados em cada uma dessas artes.

Os samurais também tinham seus corpos todos tatuados, essa classe de guerreiros trabalhavam com o Imperador e acreditavam que os desenhos traziam proteção às suas almas.

Foi o tatuador americano Samuel O’Reilly que aposentou as antigas ferramentas trazidas do Oriente e patenteou uma das primeiras máquinas de tatuagem, que posteriormente foi utilizada nos corpos dos soldados da marinha e veteranos da Segunda Guerra Mundial.

Mesmo com tantas cassações e proibições, nunca houve tantas pessoas tatuadas no mundo todo e isso inclui o Brasil também, viu?

Segundo pesquisas, os brasileiros estão se tatuando muito e a cada ano a tendência é que esse número aumente consideravelmente.

Fazer tatuagem é considerado pecado para algumas religiões?

Para algumas religiões fazer tatuagem é considerado pecado, mas para algumas não, ao contrário, é considerado um símbolo de proteção.

Reunimos algumas informações interessantes sobre as principais religiões ao redor do mundo e o que elas pensam sobre as tatuagens. Veja:

Fazer tatuagem é considerado pecado?

Religião Islâmica

Essa religião acredita que fazer tatuagem é considerado pecado e dos mais horríveis que existem. Marcar o corpo vai contra toda a criação de Deus segundo eles, mas as tatuagens de hena são permitidas.

Religião Judaica

Muitos judeus tatuam seus corpos com símbolos de proteção, para os considerados mais ortodoxos essa prática é muito condenável, pois os desenhos trazem as lembranças de época do holocausto.

Religião Católica

A Igreja Católica representa a segunda maior religião do mundo e de acordo com o que está escrito na bíblia, na passagem de Levíticos 19,28 essa prática não era permitida há alguns anos atrás.

Hoje em dia ela não é mais considerada como pecado e muitos católicos possuem seus corpos tatuados, inclusive alguns artistas famosos.

Religião Evangélica

Nas religiões evangélicas existem muitas opiniões diferentes entre os pastores, alguns não condenam o ato de se tatuar e outros condenam, isso porque muitos levam como verdade, justamente essa passagem da bíblia de Levíticos.

Os fiéis mais devotos e que seguem as tradições não tatuam seus corpos, outros seguem suas próprias escolhas e se tatuam sem problemas.

Religião Budista

Se você pensa que no Budismo fazer tatuagem é considerado pecado, errou! Os budistas não condenam essa prática e nem acham que ela é considerada maldosa ou maléfica.

Antigos monges tatuavam seus corpos como forma de proteção. A flor de lótus por exemplo, é um símbolo muito utilizado pelos budistas, ela representa a pureza do corpo e da alma, essa flor é associada a Buda, pois acredita-se que foi nesta folha que ele pisou a primeira vez e instantaneamente ela desabrochou.

Religiões Africanas

As religiões de matriz africana como o Candomblé e a Umbanda não condenam e nem acham que fazer tatuagem é considerado pecado.

Essas religiões acreditam que cada um é responsável pelo que faz com o próprio corpo. Em alguns rituais existe a tradição de pintarem os corpos, atualmente alguns fiéis utilizam tatuagens dos próprios orixás que o regem.

Leave a Comment